terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Supere-se.

"Se algo está difícil para mim, olho para o lado e tento enxergar novas possibilidades, talvez aquela tamanha dificuldade, seja a natureza me dizendo que estou no caminho errado."


Essa frase aí não é a coisa mais legal de se ler?! Às vezes acreditamos que só conseguiremos conquistar algo, depois de muitos obstáculos, muita dificuldade. Mas felizmente, a vida não é assim. Lógico que não podemos nos acomodar e esperar cair do céu tudo. Cada escolha uma renúncia e cada ação uma reação. Mas também não é preciso sofrer, nem passar por tantas barreiras para conseguirmos algo. Muitas vezes estamos tão focados em fazer e conseguir algo, e nos condicionamos de tal forma a alcançar tal objetivo que não nos damos conta que estamos fazendo errado. Que temos que abrir a mente para enxergar além e que uma alteraçãozinha, bem pequena pode provocar grandes alterações que nos beneficiam e fazem toda diferença no final das contas. Às vezes estamos somente focado em querer que nem paramos para refletir se é realmente aquilo que queremos também. Não nos damos chance de nos ver para saber se tudo está igual ou se algo mudou nesse percurso em busca do querer. E então percebemos que a luta está somente acontecendo porque já estamos envolvidos demais para desistir agora.
É por isso que eu insisto: pare, pense e sinta. Sinta seus reais desejos e anseios. Pare para se observar e pense sobre o que te faz feliz.
Seja um pouco nerd e procure entender a fundo a única aquele que pode te dar todas as respostas: você mesmo!!!

Eu não sou um nerd. Sou apenas mais esperto que você!

Que a alegria os acompanhe :)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Momento verão

Sabe aquelas fases singulares da vida que vivemos que nadinha consegue nos derrubar (lógico, não falaremos de extremos). Que nada deixa nosso coração triste?! Então... estou vivendo essa fase. As vezes eu até me assusto um pouco. Acho que algo está diferente. De repente está mesmo. Mas não sei se é algo. Acho mesmo que sou eu que estou mudada ou mudando. E por isso não me canso de agradecer :) 

De repente esses momentos acontecem principalmente no verão... e que verão é esse que estamos vivendo?! Me explique, por favor!!! Além de calor mesmo que faz e desperta nas pessoas a vontade maior de viver e ficar ao ar livre, todos que fazem parte e que eu faço questão na minha vida estão na mesma sintonia. Todos queremos apreciar o verão mais intensamente. Degustar cada sabor que o verão nos sugere. E isso é de uma auspiciosidade imensa. Não dá nem para imaginar alguém querendo acabar com meu verão, entende?! Porque o verão é para ser vivido em conjunto. Em grupo de amigos, amados e queridos. Mas o verão pede também algo rústico, simples. Sem grandes brilhos. Somente o momento de apreciar uma boa cerveja em ótima companhia. Ahhh como meu coração se enche de boas intenções nesses períodos... É impressionante! Mas é também uma festa. Uma festa diária que toda e qualquer razão é motivo para brindes e celebrações.

Descobri que a única forma de vivenciar todo essa alegria é preservar as amizades. Sejam elas muitas ou não. Estar ao lado de pessoas que nos fazem bem ou simplesmente que nos deixam confortáveis e nos alegram, que podemos confiar e compartilhar momentos nos gera somente bem-estar causa uma satisfação enorme em nossa mente. E o que mais podemos querer? Bom isso para mim tem bastado por enquanto. Enquanto algumas coisas ainda não se encaixam. E se essa felicidade existe hoje, para que vamos  quertionar?! Acho que não precisa, né?! Sei que só precisamos senti-la, e saborear cada momento com orgulho.

Um momento vespertino com as amigas :)



Que a alegria os acompanhe :)

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Inspire-se

Eu sou forte
porque sei das minhas fraquezas
Eu sou bonita
Porque sou ciente das minhas falhas
Eu sou destemida
porque aprendi a reconhecer ilusão, do real
Eu sou sábia
porque aprendi a partir dos meus erros
Eu sou um amante
porque já senti o ódio
e...
Eu posso rir
porque já conheci tristezas



Hoje eu li isso e achei tão estimulante... tão inspirador.
Eu aprendi que o auto-conhecimento, a vivência de nosas experiências nos traz grandes aprendizados para que possamos sempre crescer e sermos mais felizes. Se soubermos perceber em cada detalhe do nosso cotidiano um aprendizado novo e aceitar que isso é realmente um aprendizado para melhorarmos, creio que esse período -  às vezes estranho, às vezes encantador - entre o nosso nascimento e a nossa morte será muito melhor vivenciado por nós mesmos. Talvez uma leitura, ou histórias que se repetem e até mesmo o olhar de um observador distante são suficientes para aprendermos.
Observem e se deixem observar. Cuidado somente com os voyers. Ou não... para quem curte...


Que a alegria os acompanhe :)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Sinta

Porque é que às vezes a gente tem tanto medo de sentir?!
Num passado distante eu já tive muito medo mesmo. Era muito mais fechada e receosa com tudo e com todos. 
Sempre acreditei muito no bem, nas pessoas e que existem pessoas boas e principalmente que o bem sempre prevalece. Como já dizia Xuxa em seu single super poderoso e contagioso Lua de Cristal: "Nós somos invencíveis pode crer / Todos somos um / E juntos não existe mal nenhum". Isso é motivador mesmo.
Mas também sempre acreditei muito nos meus instintos e sexto sentido. Nosso coração, quando ouvido com bastante atenção sempre nos diz a verdade sobre todas as situações e até pessoas. Basta colocarmos isso em prática e ouvi-lo sempre e acredito que por isso também nunca me deixei levar pelos meus sentimentos. Nunca fui tão impulsiva. Hoje, com a maturidade e a larga experiência (uiii!), sou mais aberta a novas experiências, novos desafios e vivências. Me permito viver conforme eu acredito que devo e na confiança de que tudo dará certo.
  Mas de que m*** você tem tanto medo? De mostrar seus sentimentos?
E aí, posso falar: Tem dado muito certo. Me sinto mais feliz e segura comigo mesmo. Até mais jovem também, acredita?! Não me arrependo de nada do que faço simplesmente porque acredito que no momento que tomei tal decisão era a melhor para mim naquele exato instante. Claro que tudo tem suas consequências, nem sempre positivas. Mas hoje tenho a confiança em mim mesma - porque sou muito mulher - para segurar a onda do que vier. Sentir, emocionar e acreditar são três verbos que tem me acompanhado muito. ADORO. Tenho também a certeza que eu vim nesta vida para não menos que ser feliz. E assim será minha história. E a sua? Qual história você vai se permitir contar daqui para frente?

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Considerações Carnavalescas

Assistindo de Camarote os Blocos passarem - Camarote Salvador
É minha gente amada, terei que admitir que eu agora entendo o real sentido do Carnaval. Fora o sentido literal que é o seguinte: Carnaval vem do latim carnis (carne) valle (prazeres) período marcado pelo adeus à carne e deu origem ao termo Carnaval. Essa comemoração passou a ser adotada pelo catolicismo em 590 d.C. Esse período carnavalesco eram marcados por grandes festejos populares. Cada cidade brincava do seu jeito e de acordo com seus costumes. Acreditam que Paris foi a cidade musa inspiradora para o carnaval como Rio de Janeiro com seus desfiles de fantasias e escolas de samba? E, por ser um período que antecede a semana santa e a quaresma, que representa jejum, era um tempo de festividades, que acabou tornando isso tudo uma indústria gigantesca que conhecemos hoje. Afinal ficar 40 dias sem os prazeres da carne e carnais, precisam ser, antes de tudo, bem fartos para compensar a privação. Nos EUA uma festa similar que acontece é o Mardi Gras expressão francesa e sinônimo de Carnaval. (fonte: Wikipedia)

Todasss juntas no começo do Carnaval
Bom, mas voltando ao assunto principal, Meu Carnaval em Salvador, eu posso dizer que entendi tudo agora. Sou realmente uma nova pessoa. Não somente porque fui muito feliz, porque eu fui mesmo. Estou totalmente renovada e pronta para tudo que o meu mundo tem a me oferecer nos próximos meses. Vivi uma realidade muito paralela onde somente estar com amigos e se divertir é o que importa. É algo que acontece com a gente que fortalece e renova. Independente de qualquer coisa. Independente da vida que levamos na realidade e dos eventuais problemas que a acompanha. A única e possível preocupação era: diversão e alegria.
Percebi que danço total conforme a música, que aliás era Chiclete com Banana e Asa de Águia. Adorei. Diversão sem fim. Sorrir e rir sem limite. A energia e o friozinho na barriga na hora da concentração dos blocos, o glamour do camarote. Até o medinho da pipoca era uma aventura. Euforia de vivenciar aquela multidão de gente curtindo e cantando. Alegria de ver todos muito felizes simplesmente porque é Carnaval. E só! A dor nos pés e corpo do dia seguinte sinalizavam que eu vivi tudo aquilo e que realmente valeu a pena. A ressaca demonstrava que a noite antecedente tinha sido ótima. Diversão com as amigas é impagável, ainda mais quando todas entram no clima para pura diversão. Cada uma ao seu modo mas todas com algo em comum: o respeito e alegria, afinal estávamos na Bahia. 


Dani e Adri - Bloco Camaleão


Re, Cris e Eu na concentração do Bloco
Foi uma pena que não conseguimos tirar fotos no Me Abraça que é o Bloco do Asa de Águia. Mas ficou para sempre na memória e em nossos corações contentes e saudosistas.

Que a alegria os acompanhe!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Pensamento livre.......

Hoje de manhã eu li uma frase que realmente expressa meu cotidiano:

"A cada manhã, exijo ao menos a expectativa de uma surpresa, quer ela aconteça ou não. Expectativa por si só já é um entusiasmo. Quero que o fato de ter uma vida prática e sensata não me roube o direito ao desatino. Bom dia!!!"

Adoro não ter rotina e fazer o que bem entendo quando quero. Me organizo no dia-a-dia. Gosto de organizar meus afazeres, afinal os compromissos com pessoas, trabalho e comigo mesma, estão aí. Mas tudo pode acontecer, certo?! Ainda mais quando se vive numa metrópole como São Paulo, vasta de possibilidades!!!
Atualmente me permito viver, ir e vir sem grandes pretensões mas com a convicção de novas idéias, esperanças e casualidades. Sei que ainda tenho muitos vôos para decolar, paisagens para apreciar, festas para badalar. Tenho muitos risos para compartilhar com amigos, familiares e agregados e principalmente, tenho muitas 'joinhas' para postar no Facebook - curto de montão. Sei também que muitas novidades e ótimas conquistas estão por vir, que minha vida só está começando, mesmo com quase 30!! (Ahhhh que medinho!! hahaha)
Então vamos viver acreditando e sentindo que o futuro dos nossos sonhos já está acontecendo. Neste exato instante!!!
Viva uma vida menos medíocre, viva uma vida mais extraordinária


Que a alegria os acompanhe :)

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

InfoMoney :: Conheça grandes mitos e verdades sobre a bolsa de valores



Aí vão algumas dicas super úteis para quem quer investir e tem receio.
Acho que realmente o mais importante é identificar o seu perfil de investidor e cair para dentro!

Carnaval x Você

"the bucket list - a lista antes de bater as botas"
Coisas para fazer antes de morrer: Participar de um
desfile de Carnaval no Brasil
Este ano eu vou fazer algo inédito em minha vida. Decidi que como boa brasileira que sou, que devo vivenciar um Carnaval em Salvador. Afinal, são tantos os relatos emocionantes, tantas pessoas do mundo inteiro querendo vivenciar esse mega evento, e EU nunca ter participado, nem me interessado até o dado momento, me faz sentir um tanto deslocada até mesmo 'fora' do meu próprio país.
Nunca fui a nenhum tipo de micareta, nunca estive em Salvador e até então nunca fui fã de carnaval. Acho belo, mas exagerado.
O que não falta para esse povo folião é energia para tanta festa, línguas para tantas lambidas, cangotes para tantas cheiradas e palmas para todas as palmadas e passadas de mão. As pessoas se soltam, exaltam, simulam e acreditam que tudo podem só porque é carnaval.  Preparam os glúteos e as panturrilhas. Reservam os salários e o gingado. Esperam o frenético, o anestésico, o alcoólico e também o rebolado.  Buscam o lúdico, o Engov e o Dramin.  Porque?! Porque é carnaval minha gente!!! Simples assim. Mas eu não sou adepta a esse pensamento. Acho que por isso nunca me identifiquei tanto com essa festa que é paixão nacional. Gosto das festanças pré-carnaval, das baguncinhas. Agora o período carnavalesco em si, acho muito tumultuado. Contudo, agora entendo que devo quebrar esse paradigma. Sair do meu armário. Mas não que isso irá afetar minha escolha sexual. Nunca. Jamais. Tem certos gostos que não dá para mudar... 
Tanto que para ser mais sincera ainda, tem certos momentos que eu até chego a me arrepender de ir a Salvador (Cris, é bem pouco, tá!?). Com um coração cheio de saudade e ansioso para a semana posterior ao Carnaval (dia 04 de março é meu aniversário e vou passá-lo em Buenos Aires!!!), acredito que meu sentimento não pode ser outro.
E independente de carnaval na avenida, ou então no blocos, com axé e foliões, carnaval é sempre banal. Mais banal ainda para um coração apaixonado que está fechado para novos lances, romances e afins.
E cada dia que passa, tenho a convicção que tudo isso pode dar certo, ou não. Minhas chances são exatas: 50% que sim e 50% que não. Mas isso hoje não é o que mais importa para mim. Hoje o que mais importa é vivenciar cada momento que meu coração quer encontrar. Hoje, para mim, o que mais enche meu coração de alegria e amor é saber que tive a oportunidade e a capacidade de sentir tudo que sinto e ainda tenho chance de mais. Nem que seja só por alguns dias ou horas.
Portanto, vamos aproveitar o Carnaval esperando a comemoração dos meus 29 aninhos... que será em grande estilo e companhia :)

Eu em Buenos Aires em 2010

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Ai a Saudade

minha dedicatória ao Wando
Se tem uma coisa que eu me arrependo nestes 28 (quase 29) anos de vida é ter perdido o show excêntrico do Wando. Hoje eu percebi que eu nunca dediquei uma calcinha minha a ele (ok, nem a ele, nem a ninguém...) Nunca fui tão boba louca de tietar nenhum desses cantores tão excepcionais. Mas o cara merecia essa tietagem toda. Não é qualquer um que consegue uma coleção tão grande de calcinhas de fãs. Isso só quem é mesmo é que consegue!!! Homens, morram de inveja! hahahahahaha
É por essas que devemos sempre realizar aquilo que queremos. Ir atrás o quanto antes. Eu nunca mais terei a chace de ir ao show dele. Temos que viver muito o hoje e criarmos a oportunidade. Mesmo que pareça bem difícil.
Eu lhes digo que tenho um sonho, de ser cantora. Só falta ter uma voz condizente. Só isso. Mas disposição eu já tenho. E se eu tivesse sido abençoada com o dom da interpretação musical, eu me dedicaria somente a musicas do estilo Wando - bregas, ou melhor, românticas. Afinal que romântico não é brega?! Mas ele tinha um estilo bem particular e peculiar! Total original. Eu até achei em um blog um post de 2010 dedicado ao Wando que fala sobre as expressões e palavras usadas pelo cantor. De mais!!! E olha eu aqui também escrevendo sobre...
Bom, agora eu vou focar em ir ao show do Sidney Magal assim que ele realizar um. Eu gostaria de ter ido ano passado, mas não consegui. Esse ano, não perco por NADA!!!

E dale calcinhas nele!!!





















Que a alegria os acompanhe :)

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Aí, ta de caô?!

Eu e minhas amadas amigas, fomos para o Rio de Janeiro para passar o fim-de-semana. 
olha a Cara-de-Pau
Quase não conseguimos chegar ao aeroporto devido ao trânsito dessa cidade (SP) maluca, mas felizmente embarcamos.
Entre atrasos e chuvas, na sexta-feira não conseguimos rodopiar pelo Rio. Acabamos que chegamos super tarde e ficamos conversando e tomandinho uma cervejinha suave... e aproveitando para conhecer melhor nossa anfitriã, a Danielle que é uma fofa e nos recebeu super bem na casa dela. Ela é uma amiga da Cris. E como boa cara-de-pau que sou fui que fui para a casa dela.


Bom, mas indo ao que interessa, o Rio em época pré-carnaval é uma delícia... Uma animação, um samba no pé que só vendo. Tentamos fazer tudo numa única tarde chuvosa carioca. Fomos a Santa Tereza para inicialmente nos alimentar. Ficamos esperando horas para comer uma feijoada, então aproveitamos para beber. Quando vimos que não tinha como comer no restaurante escolhido, partimos para um ao lado que foi delicioso igual - acredito eu. Adorei. Então pegamos um táxi para Laranjeiras, rumo a Quadra do Cardoso e curtimos o ensaio do Bloco Chupa mas não Baba. Que divertido. Que animação... 100% gingado. E a alegria era tamanha que não queríamos parar. Fomos então para casa, para uma rápida mudança de look e partimos para Estação 1ª de Mangueira. Daí sim terminamos de nos acabar no samba. Foi muito divertido e animado. Total cansativo. Mas inspirador. Para mim, me inspira como podemos ser felizes apenas por estarmos com pessoas queridas. E isso não tem preço.
Cris - Adri - Dani - Eu
Domingo, o dia triste da volta, ficamos mais tranquilas, curtindo nossa ressaca... Fomos comer um galeto no Jardim Botânico e depois fomos até a Vista Chinesa e a Pedra Bonita para ver a paisagem magnífica que o Rio nos oferece. Realmente é a cidade maravilhosa. Com todas as suas diferenças sociais escancaradas e injustas. Bom, acho que talvez seja isso que rege a beleza carioca!







Uma das paisagens mais lindas do Rio... (eu conto, tá!?)
Ok... esse post está um pouco atrasado porque fomos no dia 27 de janeiro... e eu só consegui publicar agora... mas ta valendo!!! 

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Vida como ela é...

A vida sempre nos ensina mais e mais... A cada dia uma lição de vida chega para todos nós.

Hoje, contudo, foi um dia muito especial. Triste, porém especial. Um amigo e cliente meu infelizmente nos deixou. Partiu dessa para uma muito melhor. No caso dele, certamente. Nesses dias a gente observa melhor alguns acontecimentos da nossa vida. Observa melhor o que buscamos para nossa vida. O que para mim é uma vida cheia de aprendizados e realizações as quais eu considero relevantes. 
Então, no meio disso tudo um outro amigo veio conversar comigo. Aleatoriamente... Jogar papo fora. E ele me falou uma coisa muito certa e que me fez mais feliz. 


Ele me contou que há somente duas áreas da nossa vida que podemos controlar: amigos e trabalho. Nós podemos escolher nossos amigos, podemos ter mais ou menos contato com eles, fazer ou não novas amizades. Assim como no trabalho: escolhemos onde trabalhamos, o que queremos para nossa vida, e até mesmo o quanto queremos ganhar. Decidimos em quem nos tornar profissionalmente. Ter mais estudo. O quanto nos dedicar. E exatamente por termos esses poderes nas nossas mãos, temos sempre que cuidar mais de nós mesmos. Aquela velha historia "O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você." 
Já as outras áreas da vida, elas simplesmente acontecem. Eu digo que temos alguns setores nas nossas vidas: amigos e trabalhos (que são os controláveis), família e afetivo (que acontecem) e o EU - que é nós mesmo que muitas vezes o deixamos de lado pelos acasos da vida. Mas é um setor que acredito ser muito importante. E é ele que se torna o ator principal desse texto. 


Para aquela parte de nossa vida que simplesmente acontece, não podemos fazer nada. Somente observar e vivermos. Sendo assim, aproveitarmos para aprender e sentir. Sem nosso controle. Sem nossas intervenções. Sem nossas vontades. Somente viver. 
Então, o que podemos controlar, cuidar, cultivar, deve ser feito da melhor maneira possível. Deve ser feito de todo coração, para que o retorno seja sempre o mais positivo, de acordo com aquilo que nós buscamos!!! :) 
Achei isso tudo muito propício para o momento. A vida sempre pede que façamos o nosso melhor e muitas vezes não sabemos como. Aí está um começo :)