quinta-feira, 29 de março de 2012

Um lance, um romance... enfim!

E o romantismo paira no ar. Na verdade, o romantismo envolve o ar, a alma, os pensamentos e todas as atitudes. Como é belo ter pensamentos sempre positivos e otimistas sobre toda e qualquer situação, mesmo que a mais difícil for. 
E eu ando tão romântica. Tão envolvida em tornar tudo mais belo... sabe tipo: Deixa eu te mostrar que meu amor é belo! hahahahahaha
E isso tem acontecido não apenas porque estou apaixonada. Claramente percebemos que ajuda. Mas não é a solução dos mundos. Mesmo porque essa parte da minha vida (a amorosa mesmo) é um tanto quanto complicada. De verdade. Não é charme não. Mas deixemos isso de lado, por ora. 
Imagem apaixonada do dia: curtição entre amigos
Apesar que acabou de me ocorrer que estar apaixonada poder ser por uma infinidade de coisas. Podemos nos apaixonar por um dia que vivemos, ou até uma situação - acredito que essa seja a mais frequente, e a queremos reproduzi-la sempre, muitas vezes sem sucesso. Podemos nos apaixonar por uma foto, por atitudes que as pessoas tem para conosco. Por dizeres (a minha frase apaixonada de hoje é estilo Devassa: Aqui se faz, aqui se bebe). Ainda existem paixão por lugares que frequentamos. E não vamos esquecer dos bens materiais, roupas, objetos, acessórios, ambientes e afins. Paixão por familiares e amigos. Paixão mesmo, não amor. Porque há períodos que estamos mais com uns do que com outros... E dai é a paixão de querermos estar agarradinhos. Porque apaixonar-se, podemos todos os dias. Por vários motivos e isso é perfeito. É um lance. E daí, se torna uma poesia: Um lance é um lance. Um lance não é um romance. E a vantagem do lance é que pode ser cada dia um e então podemos mudar sempre. Mas o lance não deixa de ser romantico. Porque o exato momento do lance é especial. E assim o romance não se perde e então  nos reinventamos e nos recriamos. Portanto não corremos o risco de enjoar. De cansar. Não existe o desgaste. Nem a mesmice. Pois existirá sempre a inspiração dos românticos para novas idéias e surpresas. Confuso?! C'est la vie! (É a vida!)

Que o romantismo os acompanhe ;)

terça-feira, 27 de março de 2012

Verdades sobre a mentira

Porque, ainda nos dias tão modernosos como os que vivenciamos, caímos no questionamento de mentir ou não?! 
Eu ODEIO com todas as minhas forças a mentira. No entanto, me vejo ocultando verdades - porque mentir é pesado demais. E eu não minto, primeiro porque não consigo sustentar uma mentira e depois, simplesmente não sai da minha boca uma mentira. Mas ocultar detalhes, em alguns casos, eu faço. E atire a primeira pedra quem não tem teto de vidro.
Nos dias atuais, com tanta independência de nós seres humanos, com tamanha expressividade, temos ainda tanta força no falar e agir por sermos ouvidos e assim, conseguimos fazer toda a diferença no mundo, ainda nos prestamos a esse tipo de papelão!!! Acho isso o fim de carreira. E o pior é que acontece. E não é pouco.
Mentimos para não causar (o que achamos que será) o sofrimento alheio, ou então para poupar determinadas situações. Ou ainda para não nos colocarmos em situações difíceis. Mentimos porque sabemos que muitos não suportariam a verdade, mas dai interrogo: para que perguntar? Mentimos também porque estamos confusos. Mas mentimos. Mentimos porque somos egoístas e pensamos somente em nós mesmos. Mentimos para, quem sabe, facilitar algumas acasos. Mentimos e ponto.
Grandes ou pequenas, mentiras são mentiras.
E uma verdade lhes digo: um erro nunca deve justificar o outro. E isso é o que mais acontece. Vejam bem: para toda mentira existe um porquê. Para toda estorinha contada diferente existe uma explicação muito boa, justa e sincera. Dá para acreditar nisso?! Sincera!!! Muito sincera, honesta... íntegra. Isso sim é um paradoxo, não acham?! Até me confundi agora...
Já até li uma reportagem na Superinteressante falando sobre a verdade. Um repórter passou meses falando somente a verdade para fazer a reportagem e no final ele tinha pouquíssimos amigos. Mas os sinceros. Diz-se que é dolorido também falar a verdade. Mas certamente menor hoje do que a dor do amanhã quando tudo já ficou numa proporção bem maior. 

Por isso hoje sou adepta a mais um dos pensamentos inspiradores: "Magoe-me com uma verdade, mas nunca me conforte com uma mentira." Não sei quem é o autor, mas é conhecido. 
Mentir para facilitar a nossa vida, resulta em desrespeito com o próximo. E porque será que sempre mentimos para os que mais amamos?! Outro paradoxo? Ou puro egoísmo?

Que a verdade os acompanhe :) sempre...

quarta-feira, 21 de março de 2012

Positividade

Eu já li algumas coisas sobre Mahatma Gandhi. Algumas coisas bem negativas à respeito dele. Mas como dizem por aí, sempre há diversas versões para uma história. E quando se trata de política, então... vamos colocar pelo menos umas 5 versões para cada. Mas o que de fato importa aqui é o bem que ele fez. Ao meu ver ele passa muito mais uma imagem positiva do que negativa. O homem foi o 'muso inspirador' de grandes movimentos e gerações, incluindo Nelson Mandela e Martin Luther King (os quais acho ambos sensacionais). 
Extraindo coisas boas de tudo e de todos, Gandhi sempre tem uma frase, ou texto que nos faz refletir. Ele sempre tem algo positivo para nos mostrar. Algo inteligente para passar para o mundo. E hoje eu li, em diferentes lugares, dois dizeres dele.
Uma se encaixa perfeitamente com o blog: "Aprenda como se fosse viver para sempre. Viva como se fosse morrer amanhã." 

O outro, eu extrai de um blog que estava navegando. Está em inglês. Mas farei uma tradução livre...

Mantenha seus pensamentos positivos
porque seus pensamentos se tornam
suas palavras.
Mantenha suas palavras positivas
porque suas palavras se tornam
seu comportamento.
Mantenha seu comportamento positivo
porque seu comportamento se tornam
seus hábitos.
Mantenha seus hábitos positivo
porque seus hábitos se tornam
seus valores.
Mantenha seus valores positivos
porque seus valores se tornam
seus destinos.
                 - Mahatma Gandhi




Que a positividade os acompanhe, sempre :)

terça-feira, 20 de março de 2012

Eu, meu, minha

Quanto mais o tempo passa, mais eu descubro que o que tem faltado por aí é um pouco de auto-confiança. Se valorizar mais. Essas coisas que a mulherada coloca sempre de lado em segundo plano. Não no meu caso. As vezes até me acho bem egocêntrica. Mas sinceramente, acho que isso é ótimo. Como já disse uma vez Katherine Hepburn: "Se você sempre faz o que lhe interessa, pelo menos uma pessoa estará satisfeita."  E não é que é a pura verdade. É melhor eu feliz do que fazer os outros felizes e eu estar chorando. Desculpa. Mas essa é a verdade. Porque no final das contas, quando estamos tristes, não conseguimos sustentar a felicidade alheia. Independente de quem for. E se for para fazer alguém nesta vida feliz, certamente felizes estaremos juntos.
Eu odeio ser sexy mas alguém precisa fazer isso.
E para permanecermos nesse status de egoístas, temos que abrir mão de muitas coisas. Não é fácil se manter firme nesse charme todo. Vejam bem: não é sempre que estou no humor de ir ao salão, me arrumar, fazer unhas, cabelo e depilação! Depilação então...nem me fale. Uma dor. Mas faço. Sou obrigada abrir mão do bem-estar e ir sentir dor para estar bonita. E academia?! Deixo de fazer muitas coisas para estar presente à academia e manter em ordem o meu corpitcho. E olha que não é lá aquelas coisas que possamos dizer: Uauu que corpão. É como disse: manter em ordem. Além de sair toda suada, fedida e dolorida. Mais uma vez abro mão do comodismo. E quando tenho diversos compromissos? Porque isso sempre acontece quando temos algo para fazer. E daí temos que escolher qual faremos. Afinal, não é fácil sair por aí falando não para aqueles que amamos e queremos estar perto. Mais um caso de sair da zona de conforto. E por aí vai mais uma infinidade de coisas que tenho que fazer para ser mais EU mesma! "A vida é dura. Depois de tudo ainda lhe mata." E então se formos sempre fazer o que os outros esperam que nós façamos, perdemos o nosso momento de sermos simplesmente nós mesmas. Um pouco confuso isso, não?! "Mas se você obedecer todas as regras, acaba perdendo toda a diversão." E isso é importante saber! 
E no final das contas, descobrimos que é o meu querer que me deixa mais feliz. Eu querer estar bem, eu querer estar bonita, eu querer fazer tal coisa. Porque 'cada um faz o que gosta'.

#ficaadica - InfoMoney :: Veja 10 maneiras erradas de um gestor motivar sua equipe

Aí está mais uma matérias super interessante. Mesmo que não seja gestor ou líder de uma equipe, ainda sim, são informações úteis para o dia-a-dia. Porque sempre na vida devemos administrar pessoas, aquelas que nos cercam e que queremos por perto. São dicas que podemos adaptar à todo tipo de relacionamento: seja familiar, amizade, amoroso... e assim vai! 
Para aqueles que tem preguiça de ler, ao meu entender, o importante é observar mais e depois agir!!! Saber como cada indivíduo funciona para depois interagir de acordo com cada caso. Afinal somos únicos e não dá para generalizar as pessoas e os acontecimentos!!!

Boa leitura!

InfoMoney :: Veja 10 maneiras erradas de um gestor motivar sua equipe



Que a alegria os acompanhe! :)

segunda-feira, 19 de março de 2012

Mi Buenos Aires querida

Sou obrigada a admitir que eu só tenho idéias geniais... hehehehe
Quando inventei de passar meu aniversário em Buenos Aires, foi como disse uma amiga: uma luxúria! Inicialmente. Afinal acabei de voltar de viagens super legais. Mas agora que já foi, estou convicta que foi mesmo genial essa idéia :) mesmo com um contratempo. 
Buenos Aires sempre é bom. Em qualquer época do ano. Lógico que no frio, a preguiça aumenta (eu não sou tão feliz no inverno como sou no verão).
Além de passear e curtir um pouco de um festival na Recoleta, beber em San Telmo, almoçar em Palermo, tomar uma cervejinha na Praça Serrano, caminhar e fazer compras na Av. Santa Fé, ir para baladinhas, ser assaltada, comemorar meu aniversário, comemorar o aniversário alheio, cozinhar, encontrar amigos, tive tempo de pensar e avaliar certas coisas (é! acho que deu para viver bem a vida portenha), consegui acalmar, de certo modo, meu coração que é sempre super ansioso. Tive momentos incríveis cheio de risadas e carinho.
Consegui super aproveitar meu tempo. Descobri que até tenho uma leve (bem leve) vocação para dona de casa, acreditam?! Ok! não é lá aquelas coisas:  NOSSA!!! Que super dona de casa!! Uau!! Mas dá para quebrar o galho de vez em quando...
Mas passeios e contos à parte eu descobri algo muito mais importante na minha vida: que independente de qualquer situação ou circunstância que a vida nos impõe e obstáculos que temos que superar, nada disso é relevante quando existem sentimentos verdadeiros. Assim como o tempo ajuda a curar mágoas e acalmar as emoções, ele também nos mostra que quando existe algum tipo de sentimento verdadeiro, esse sentimento resiste. Nem mesmo o tempo, com todos os seus contra-tempos consegue minimizar certos sentimentos. Quando notamos que mesmo com o decorrer do tempo, pouquíssima coisa mudou, é porque realmente algo bom está acontecendo.
E por isso deve sempre brindar à vida com todos seus desafios e superações. Orgulhe-se de suas conquistas. Abra seu coração tanto para as alegrias quanto para os possíveis problemas.


terça-feira, 13 de março de 2012

Pensamento livre.......

Aí vai mais um poema que uma amiga querida me enviou. Tem muito a ver conosco. Da forma como encaramos a vida hoje. Mais leve. Porque afinal, tudo se resolve. Eu que sempre fui super madura e adulta, hoje perto dos meus 30, me sinto mais jovem e criança. Faço questão de simplesmente viver sorrindo, curtindo, feliz... assim como uma criança, quando encontra seu brinquedo predileto. 
Achei lindo e super atual. Uma pena que  não sei quem é o autor.
Boa leitura!!!

Almofadas no chão
Por mais que os anos pareçam pesos acrescentados à sua bagagem, você nunca esquecerá de uma caixa cheia de brinquedos
Ainda que sua alegria de hoje não seja a mesma dos anos primeiros, jamais lhe será possível esquecer como era sorrir sem medo de ser feliz.
Mesmo que decepções tenham abalado sua confiança nos semelhantes, vez ou outra você se lembrará de alguém pequenino que há muitos anos lhe deu um beijo melado numa festa de aniversário. 
Ainda que muitos entrem e saiam de sua vida, as lembranças do primeiro amor em nenhum tempo se apagarão de sua memória.
Depois de alguns fracassos, talvez hoje você creia que é difícil alcançar o sucesso, mas para sempre relembrará o orgulho que sentiu de si mesmo quando recebeu seu primeiro diploma. 
Se hoje nada mais o espanta, após tantos desapontamentos, por certo nunca esquecerá o espanto e o prazer que sentiu quando descobriu que Papai Noel era seu papai.
Embora a solidão tantas vezes o assalte, em certos momentos você lembrará como era bom ficar sozinho, falando com seus amigos invisíveis para "gente grande".

Se hoje, nos dias de lazer, em praias ou campos, você se policia todo o tempo para não sentir-se ridículo, é bem nesses dias que você se recorda como já foi gostoso andar sem vestes, inocentemente, sem sentir vergonha. 

Por mais que o tempo passe, você é uma criança e sempre será. 
Agora você está aí, crescido, sofrido, cheio de boas e más experiências, de vivência que o ajudam a prosseguir, mas lá no fundo, bem no fundo, você sabe que o alguém que mais tinha a lhe ensinar era a criança que você mandou ficar quieta, comportada, sentada lá num cantinho não podendo abrir a boca sem pedir licença.
Liberte-a para libertar-se.
Seja qual for sua idade, isso pouco importa à sua criança. 
É só chamar que ela se aproximará. 
Chame-a!
Ria com ela... Brinque com ela...
Ela está louquinha para fazer bagunça e para morrer de rir de você e com você. 
Alegre-a! Ela merece! Você merece!
Não se importe com que os outros possam pensar, pois eles também são crianças e sempre serão. 
Convide-os para um passeio no seu trio elétrico. Talvez eles se neguem a ir, mas um dia se arrependerão. 
Vá sem medo de cair.
Para crianças Deus coloca almofadas no chão.



Que a alegria os acompanhe :)

sexta-feira, 9 de março de 2012

Faz parte... ou não!

"O pior de tudo é acreditar que ainda certas coisas fazem parte da vida."

Às vezes eu fico inconformada com as coisas que acontecem na nossa vida e daí sou obrigada a concordar que faz parte! Isso é péssimo. É terrível!!! Eu fui assaltada 02 vezes em menos de um ano. Sou obrigada admitir que vacilei porque estava mega distraída nas duas vezes. Claro que não fui agredida. Ninguém me machucou nem nada. Mas que direito tem uma pessoa de nos levar o que é nosso e ainda acharmos que vacilamos? 
E ainda tem diversas situações na vida que passamos e somos obrigadas a seguir essa mesma linha de raciocínio como quando alguém é traído, independente do tipo de relacionamento, dai a frase de consolo sempre é: "Quem nunca foi traído nessa vida?!" ou mesmo quando vemos toda a corrupção que acontece em nossa pátria amada, daí vem: "Ah! esse é o Brasil. É assim mesmo!" tem aquelas vezes que assistimos alguma situação feia, chata e imprópria e lançam "Isso acontece em todo lugar, não tem jeito."
Será que é realmente válido isso mesmo?! Somente para tentarmos viver mais tranquilamente e em paz com nossa consciência de que a vida é assim, muitas vezes justas e outra nem tanto.
De uma certeza eu tenho: algumas situações não quero para mim. Sei que nem tudo podemos evitar. Mas também sei que podemos diminuir os estragos na maioria delas.
Não estou aqui reclamando da vida. Jamais! Até porque seria uma grande injustiça da minha parte. A vida tem me proporcionado muitas alegrias e ótimas experiências as quais até mesmo aquelas que pareciam infelizes (inicialmente), conseguiram me mostrar erros para então melhorar e quem sabem crescer como humana.
Se alguém é forte o suficiente para te derrubar, mostre a  eles que você é forte o bastante para se manter em pé
Isso é somente um desabafo. Preciso disso eventualmente. Mesmo porque algumas coisas que acontecem não devemos nos calar, nem nos conformar. Determinados eventos acho mesmo que devemos nos expressar. Colocar os sentimentos para fora. Mesmo porque, nem tudo faz parte. Ou deveria fazer.
Claro que o que muitas vezes para mim pode ser normal, para outros não é e vice-versa. O que não pode é ficar remoendo o passado e vivendo insatisfeito. Afinal, repito sempre: viemos nesta vida para sermos não menos que feliz!


Que a alegria os acompanhe :) sempre! 

segunda-feira, 5 de março de 2012

E assim vai

E então estou na Argentina. Em Buenos Aires... Ah! Que Bons Ares... hahahaha
Realmente é uma cidade encantadora. Decadente. Mas encantadora...
Fui roubada logo que cheguei. Roubaram meu amado e precioso celular. Tudo bem que vacilei. Estava mega distraída... super a vontade, crente que estava num lugar super seguro. Mas não. Vacilei e assim foi embora meu celular. Minha conectividade portátil com o mundo. Mas tudo bem. Adquiramos outro assim que chegar em São Paulo :)
Independente do acontecido, estou super aproveitando minha estada na cidade porteña. Já fui a um festival de música na Recoleta sabadão, fui a baladas, dancei (bem pouco), bebi (muito) e curti a valer. Tive um almoço delicioso num restaurante super legal e descolado chamado Rave e depois passeio pela Praça Serrano. Para celebrar meus 29 aninhos!!! Hoje estou a mercê ainda da vida... Porque é bom deixar as coisas acontecerem. E o calor que faz aqui?! Alguém pode por favor pedir para desligarem o maçarico!!! Ta demais.
E passeios à parte, estou aproveitando também para colocar muitas idéias em ordem.  Sabe aquelas coisas que ficam na nossa cabeça por um tempão e de repente de uma hora para outra nos damos conta da real situação e passamos a ver tudo um pouco diferente?! Então, é mais ou menos isso. 
Essas coisas já aconteceram outras vezes em outras viagens que fiz. Acho que porque tenho mais tempo para pensar e refletir sobre a minha vida. E acredito que esse período em especial esteja acontecendo pois posterga meu aniversário. Sempre penso sobre a vida depois da data querida. 
E eu sempre busco algo a mais. Ou mais dinheiro, ou mais sabedoria, ou equilíbrio...
Liz Guilbert no livro Comer Rezar Amar, disse que perder o equilíbrio de vez em quando faz parte de viver uma vida equilibrada. Algo assim... Então vamos viver assim, curtindo de montão tudo que a vida tem a nos oferecer. Sem grandes cobranças. Sem grandes encanações. Por que tudo acontece na hora e no momento que deve acontecer. Porque simplesmente estaremos preparado para receber tudo aquilo que nos foi dado! 

Não leve a vida tão a sério. Você nunca sairá dessa vivo.














Que a alegria os acompanhe :)

sábado, 3 de março de 2012

A despedida dos 20...

Amanhã faço 29 anos de idade!! E decidi que esse ano será a despedida dos 20. Então quero comemorar muito. Vou dar um monte de motivo para celebrar. O ano todo. É tempo de festa e alegria :) lala lalalara..lalalalala.....hey!
Mas especialmente na data querida, quero uma comemoração diferente. Ou nova, de repente! Vocês sabem o peso que é sair dos 20 anos e adentrar a outra década?! Eu ainda não sei, mas logo logo eu descubro. Vou para Buenos Aires. De novo. Mas não dá para se cansar de Buenos Aires, não é mesmo?! 
Genteeeeee em alguns 365 dias eu faço trinta.  Medo de mim nesta década!
Bom, mas para ser bem honesta eu pirei mais quando fiz 27 anos (até agora) quando percebi que estava mais perto dos 30 do que dos 20. Foi bem difícil, mas superei linda e com louvor!
Eu já ouvi dizer que o auto-conhecimento é o melhor caminho para encontrar a felicidade. Eu tenho me observado muito nos últimos anos e realmente me sinto mais feliz comigo mesma. Simplesmente porque sei melhor o que quero e onde quero chegar. Sei o que busco, o que eu gosto e o que me incomoda. Aceito melhor os fatos da vida e entendo perfeitamente que tudo tem os dois lados, as vezes até três. Aprendi que temos que suportar algumas chatices e fazer coisas que não gostamos muitas vezes. E que isso deve ser compreendido e feito também com amor, carinho e satisfação. Afinal essa é a vida.
Sem mais delongas, aqui vão algumas considerações ao meu respeito, com muitas felicidades:

# Sou extremamente crítica com tudo
# Ando com cebolas na minha testa - choro por tudooo 
# Sou expressiva - Adoro conhecer pessoas e lugares diferentes
# Julgo muito
# Odeio estar errada, por isso tenho tanto argumento para tudo
# Gostaria de ser mais humilde e menos orgulhosa
# Sou extremamente companheira
# Perco o amigo, mas nunca a piada - faço piada de tudo e aquela história que toda piada tem um fundo de verdade, comigo não acontece. Não mesmo.
# Sou bem rodada - visitei 15 países diferentes e cerca de 50 cidades pelo mundo (incluindo nossa pátria amada)
# Acredito em Deus e na força divina
# A frase que mais gosto é "Aqui se faz, aqui se paga"
# O que me guia é: "Não faça com os outros o que não quer para si" and "Cada escolha uma renúncia"
# Às vezes me sinto acomodada, às vezes não
# Cantora de carro profissional. Faço um show todo os dias. Coloco uma música que me deixa e feliz e canto sem parar - mesmo sem ritmo
# Quero conquistar o mundo (como não sei, mas quero e vou!!)
# Gosto de ler, aprender e saber mas não dedico tanto tempo como deveria
# Amo muito dinheiro (o meu) mas sei que não o mais importante e nem me frustro por não ter mais
# Sou super vaidosa
# Sou facinho e aberta... quando se trata de amigos. Geralmente faço tudo que querem
# Me amo
# Não sou tão metida quanto aparento nem tão simples quanto gostaria de ser
# Também não sou tão fútil assim, mas adoro futilidades e falar besteiras
# Adoro um papo-furado
# Me sinto muito agradecida por tudo que conquistei e vivi
# Estou muito feliz de estar examente onde estou neste exato instante.

Chega de falar de mim mesma! Isso não é tudo mas já o suficiente...