terça-feira, 1 de maio de 2012

Falar ou não! Eis a questão...

Recentemente eu ouvi que os fracos são aqueles que falam tudo. Sem papas nas línguas. E que as pessoas fortes engolem sapos. Confesso que fiquei mega confusa. Até então, ao meu entender, as pessoas que falam tudo eu as julgo como corajosas, fortes por se expressarem.
Segundo o 'orador', pessoas que falam tudo sem pensar vivem o que falam pois as palavras ditas são jogadas ao universo. E as palavras tem poder! 
Inicialmente eu achei bem estranha essa colocação. Exatamente porque eu sou uma pessoa que engulo muito sapo. Mas não me considero fraca. Por incrível que pareça, quando alguém me diz ou faz algo que eu não gosto, me calo! E vou digerindo aquilo aos poucos até eu me esquecer completamente. E realmente o faço. Esqueço. 
Antes eu ficava brava comigo mesma por não ter dito nada. Hoje já entendo também que pouco adianta dizermos as coisas, pois pessoas só ouvem aquilo que as interessam. 
E em uma reflexão sobre dizer ou não, fundamentada sobre o que eu havia ouvido sobre engolir sapos, cheguei a conclusão que realmente é isso aí! 
A Vida é curta. Não há tempo para deixar palavras
importantes não ditas.
Comecei a perceber qual é a real mensagem disso. 
Observando amigos e conhecidos que falam demasiadamente coisas ruins, tudo acaba voltando para eles mesmo. Quando reclamam das situações, quando querem ofender o próximo para se mostrarem superiores de certa forma, tudo acaba voltando. Pois, uma vez que as palavras tem poder,  elas tem poderes sobre nós mesmos, pois somos nós quem a declaramos.
Uma das frases que mais ouço de papai é: "Temos 2 orelhas e 1 boca, exatamente para ouvirmos mais e falarmos menos!"
Exatamente por isso tudo que devemos cuidar, com todas as nossas forças, do que sai da nossa boquinha.

Que as boas palavras os acompanhem :)