terça-feira, 19 de junho de 2012

Cada coisa em seu lugar

Tenho notado, cada vez mais, que todos nós estamos a procura. Em busca, seja de algo, de alguém, de uma posição social, status, conhecimento, auto-conhecimento... um lugar ao sol, dinheiro, cultura. Enfim queremos mais sempre e sempre. E para quê? Pergunto-lhes, para quê? E é com essa perguntinha mágica que começa todas as inquietudes de nossa mente tão pensativa, pensadora, pensante!!!! Os questionamentos se aconchegam de mansinho e fazem uma bela tempestade em nossos corações e cabeças. O que não seja necessariamente ruim. Muito pelo contrário. Acredito que é algo auspicioso, pois no fundo queremos o melhor, queremos evoluir, queremos ser verdadeiramente felizes.

Vamos aprender a colocar o passado para trás
Sim! Estamos todos, homens e mulheres buscando nosso verdadeiro lugar neste planeta. Porque o que antes era fatídico, hoje nem tanto! Antigamente homens e mulheres viviam numa harmonia totalmente diferentes. Muitos podem até dizer que não era tão harmônico assim. Outros já dizem que era 100%. Mas havia sim uma harmonia. Havia e ainda há a tolerância que deixa tudo mais harmonioso e previsível.
Mas o fato é que o homem e a mulher tinham papéis distintos na sociedade passada e, hoje quase nada. As coisas andam bem misturadas. Bem ao estilo Latino - tudo junto e misturado. 
O único porém disso tudo, ao meu ver, é que isso tem causado um grande frisson, uma confusão especialmente na cabeça masculina, que não tem acompanhado no mesmo ritmo o bum da independência feminina. Ao meu ver tudo não passa de ponto de vista e principalmente desapego às idéias do passado que atualmente já não são tão válidas assim. 
O que faz-se necessário, penso eu humildemente, é tornar todas nossas ações e condições mais amadas por homens e mulheres e não somente aceitas ou toleradas como tem acontecido. Porque até mesmo as mulheres que são obrigadas a assumir um papel mais ousado na sociedade, acredita que de algum modo está fazendo um mal ou deixando a desejar em algum outro aspecto da vida no modo geral. Os homens então que não gostam da postura feminina, nem ao certo sabem qual é o seu verdadeiro papel na sociedade atual, então critica ao invés de tentar se adaptar, mudar ou até mesmo se adequar.
Acho mesmo que o que mais buscamos no final das contas é o tão aclamado equilíbrio. Quando será que o encontraremos, afinal??? Tente achar o seu que eu vou buscando o meu!!!

Que o equilibrio os acompanhe :-)