terça-feira, 11 de setembro de 2012

Doce, doce, doce...

Salve a Terra. É o único planeta que tem chocolate
Quem nunca teve vontade de abrir a cabeça de alguém para tentar enfiar lá dentro alguma coisa?! Ou quem nunca ficou horas pensando em como ajudar aquele outro que tem um problemão?! Ou querer falar mil verdades para quem está fazendo um montão de besteiras?! Quem nunca se revoltou com todos os problemas do mundo e quis fazer N coisas?! QUEM NUNCA?! Bom, eu sou muito assim. 
E não me conformo com várias cenas que vejo no mundo... e ainda tenho que fazer cara de paisagem e fingir que não vejo muitas coisas. Isso é uma das coisas mais complexas que eu posso fazer. Sempre a SuperSincera quer pular de dentro de mim. Controla-lá pode ser bem desafiador.
Coisas simples como aceitar e ser tolerante às desavenças da vida já me faz sentir mudando o mundo ou fazer dele um pouquinho melhor.
Afinal, se pensarmos que somos como as Ações a menor parte de uma empresa (é porque trabalho com isso... então a relação vem a calhar), mas que temos um potencial grande de valorização se trabalharmos para isso, e todas as ações juntas formam 100% do capital total e exatamente por isso, cada um de nós podemos sim fazer a diferença. Lógico que não estou aqui para dizer que todos devemos ser iguais, ou ainda que tenhamos que ter pensamentos bem próximos. Isso seria entediante demais. Nossa!! Muito entendiante. Não tem a ver comigo, nem com as idéias que tenho. Adoro discutir, gosto de novas idéias e saber que eu penso e tenho opinião. Uma só minha que eu mesma formei. Acredito que seja uma das poucas coisas nesta vida que pode ser somente nossa e de mais ninguém.
O mundo ideal seria todos juntos em prol do comum. A favor do coletivo. Não sempre, nem muito menos em todos os momentos. Mesmo porque desta forma não sobraria objetivos e metas para traçar e assim alcançarmos. Mas como sempre, encontrarmos o equilíbrio entre nós e o restante. Tolerância, paciência e auto-análise acredito que sejam fundamentais essa busca.
Eu ainda aposto na troca de idéias, experiências e vivência. Isso para mim me faz muito bem, e me faz perceber o quanto podemos aprender um com o outro. Me traz maturidade e me faz mais compreensiva. E esse câmbio de sentimentos e ideais acontece independente do tipo e do grau de relação que temos com cada ser-humano, sem importar a idade, o sexo, as preferências e afins. A simples troca, simplesmente amar e cuidar já faz toda a diferença. E é assim que o mundo vem mudando e crescendo. E que essa força seja sempre maior que qualquer sentimento de posse e intolerância.

Por nosso mundo com chocolate!!! :)