quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Be free

Liberdade! Nossa... como é delicioso ser livre. 
Fazer tudo que bem entendemos e assim viver! 
Certamente quando sentimos o gosto da liberdade, não queremos mais outra coisa. A mesma coisa acontece quando fazemos 18 anos e nos achamos assim: tão independentes e donos do mundo. Uma verdadeira superação!
E é assim que se qualifica a liberdade: a independência do ser-humano. Contudo isso acarreta grande responsabilidade. 
Somos livres para fazermos o que bem entendemos mas somos mais ainda responsáveis pelas nossas atitudes. E talvez por isso as vezes me questiono o quanto somos livres de verdade, já que no fundo temos algumas amarras. De repente, nem sejam amarras, de repente sejam apenas abdicações e concessões que temos que fazer. Pura escolha mas que eventualmente podem nos causar dúvidas. 
Liberdade pode ser fazer o que bem entendermos, mas pode ser também que alguém faça nossas escolhas. Liberdade é sim agir de acordo com a nossa natureza. Mas vivemos em sociedade e temos os valores morais e os princípios ideais do comportamento humano, ou seja, a tão comentada ética, para nos limitar.
Albert Einstein tem um pensamento bem sucinto sobre o tema: Não creio, no sentido filosófico do termo, na liberdade do homem. Todos agem não apenas sob um constrangimento exterior mas também de acordo com uma necessidade interior.
Sim, por isso temos sempre procurar a liberdade nos nossos sentimentos. Sejam quais eles forem. Até mesmo aquele sentimento de querer fazer as vontades alheias. Os nossos sentimentos sempre vão nos libertar, porque é aí que está a essência individual de cada um. Podemos até nos espelhar naqueles que estão mais próximos, mas isso acontece somente por um período... e esse período depende somente do tempo de cada um. No final, nossa essência é o que manda nas nossas atitudes. Independente de qualquer liberdade ou libertinagem. A essência sempre sobressai.
A essência que exala do nosso interior mostra para o mundo quem realmente somos. Sem máscaras. E isso é pura liberdade. Seja sempre você e encontre a sua.







Que o livre-arbítrio os acompanhe :)