quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Lembrando e relembrando

Um lugar é tão bom quanto as pessoas que estão nele.
Eu sou do tipo de pessoa que não fica relembrando o passado. Não sou nada nostálgica. Acabo esquecendo tudo que passou... tanto as coisas ruins como as coisas boas. Quando esquecemos as coisas ruins, é ótimo porque uma má lembrança nunca nos faz bem. Mas esquecer as coisas boas é péssimo porque deixamos uma ótima lembrança no canto, e esquecemos também da magia do momento. E lembrar isso, ter um pouquinho desses sentimentos de volta só nos alimenta de amor e otimismo. É tão bom. Tão compensador e prazeroso. 
Hoje eu me peguei vendo coisas do passado. Cavei e cavoquei até que encontrei muita coisa que estava guardadinha. Tive ótimos momentos lá atrás que só me faz acreditar que hoje caminho pelo o que acho certo e caminho para o que eu acredito que me faz bem. Muito melhor que lembranças são as boas lembranças.
Me permito e agora mais que nunca ter sempre boas lembranças de momentos incríveis.
Mais do que isso! Quero relembrar e refazer meus acertos. E isso pode ser em uma conversa, numa refeição ou uma simples caminhada... até a padaria mesmo. Aquele acerto no trabalho ou uma atenção especial a alguém. Momentos de liberdade e paz.
Acredito que se observarmos muito mais os nossos acertos e momentos felizes, podemos nos observar melhor.
Hoje li que, na busca do autêntico crescimento é preciso encarar sim os erros mas também devemos ver claramente os acertos para então sustentarmos essa evolução. Compreender nossos acertos, investir tempo refletindo nos aspectos positivos, gerará mais acertos. Isso facilitará a distinção dos aspectos negativos que realmente importam.
Desejo sonhar acordada com minhas memórias mais doces. 2013 será muito mais gostoso.