sexta-feira, 3 de maio de 2013

Graça da desgraça

Tenho uma amiga, mui amiga mesmo e como tal, conversamos sobre tudo e principalmente fazemos aquela terapia...
Contamos nossos 'causos' e as adversidades da vida. Mas quando vamos falar dos 'pobremas' que a vida nos trás, a gente sempre faz uma piadinha em torno da nossa própria desgraça. Sempre a gente arruma um jeitinho só nosso de rir e achar graça do nosso próprio sofrimento. Muitas vezes entre lágrimas (digo pelas minhas, que são muitas pois sempre choro), sai uma risada espontânea! Como fazemos isso no meio de tanta depressão!? Eu honestamente não sei. Simplesmente sai... igual bêbadas que riem e choram ao mesmo tempo. 
As vezes penso que isso é reflexo do mais puro descontrole emocional. As vezes coloco a culpa nos hormônios ou em qualquer coisa, afinal a culpa a gente coloca em quem a gente quer, não é mesmo?!
"A felicidade só é real quando compartilhada." 
A gente fala da briga com o namorado, e em prantos, a gente faz uma piada com isso. Se o problema é na balança, no meu caso porque os números sobem e no caso dela porque os números diminuem a gente ajeita uma piadinha com o nosso corpitcho. Se é o trabalho ou a família que volta-e-meia sismam de nos perturbar, pronto! Já está feito, entre reclamações e desabafos, um deboche de algo.
Somos meio debochadas e por tantas vezes irônicas também, mas quem nunca??? Bom respondendo, quem nunca, então não entende o que eu aqui relato.
É, a nossa vida é assim. E digo que para a gente, alivia e alivia muito a dor do momento. A gente ri e se diverte, muda de assunto e volta aos problemas. Os problemas ficam leve, a vida fica mais divertida e tudo que para gente muitas vezes pode parecer um bicho de sete cabeças, para o outro é só uma coisinha...
Realmente, tudo acaba se resolvendo lindamente! hehehehe
Fora que a risada causa diversas melhorias no nosso organismo. O abdômen contrai tanto que são como exercícios físicos, o rosto também ganha tonificação devido aos movimentos, não permitindo a flacidez bater no nosso rostinho, células felizes funcionam melhor... e assim vai! :) 


Que a risada sempre nos acompanhe!