quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Eu sei o que estou fazendo!

Ontem eu li um texto no Instagram muito legal. Mas muito legal mesmo que fala sobre crítica. De como não devemos ver isso como um problema e sim como podemos torná-la a solução das nossas chateações. 
É... meu povo, o Instagram não é somente sobre comidas, viagens e o quanto somos felizes... também nos dá um pouco de sabedoria!
Mas voltando... o texto me fez refletir muito sobre como absorvemos cada crítica que recebemos, mas sempre com aquela máxima de que quanto mais criticado somos, mais sucesso estamos exalando. Então que seja algo que não devemos evitar.
Eu particularmente, na  minha honestidade máxima neste espaço confesso não gostar muito de ser criticada, mesmo que seja aquela hipocrisia da crítica construtiva. hahahaha 
Sinceramente lhes digo que quando ouço 'quero fazer uma crítica construtiva', na minha cabecinha só vem aqueles montes de palavras chulas que sofrem censura na mídia. 
Tá! Sei que é errado e hoje eu ouço mais e absorvo melhor. Procuro enxergar somente o lado positivo e acreditar que realmente é para o meu bem. Isso lógico daqueles mais chegados, sabe aqueles que não nos restam dúvidas de que nos amam.
A crítica vem naturalmente, a partir do momento que estamos fazendo algo. E se fazemos sucesso então, as críticas só tendem a crescer, pois estaremos chamando muito mais atenção, portanto a partir daí temos que enxergar as críticas como um sinal de sucesso e não tirar o pé. Seguir em frente. Não podemos parar!
Somos julgados o tempo todo por todas nossas atitudes. Esta aí a razão daqueles que odeiam ser centro das atenções. Geralmente são os que não gostam desse tipo de julgamento. 
Na minha situação em especial, digo-lhes que sou estranha. Mari a estranha. Não gosto de receber críticas portanto espera-se que eu não procure ser o centro das atenções principalmente em ambientes estranhos. Mããsss, por mais que tento não sou uma pessoa tão discreta assim. Contraditório, não?! Mas essa sou eu. Não posso fugir. Certa e naturalmente recebo essas críticas o que não é legal pra mim.
O certo é que discrição e holofotes não te eximam de críticas, sejam elas positivas, construtivas ou destrutivas mesmo. Sim, as destrutivas existem. Uma pena!  Elas, as críticas, irão chegar até você querendo ou não, gostando ou não, aceitando ou não. O ideal mesmo é saber lidar com isso. É saber recebê-las da melhor forma possível. E mais especial ainda é absorver as críticas sem nos perdermos na nossa personalidade. 
Não deixar que críticas negativas abalem nossa confiança e a nossa essência, assim como não permitir que o ego domine tudo quando vierem os elogios mais surpreendentes e animadores. 

Sendo assim, que venham as críticas. Elas podem ser o termômetro para saberemos que estamos no caminho correto.