segunda-feira, 5 de maio de 2014

"Quintanando"



Da observação
"Não te irrites, por mais que te fizerem...
Estuda, a frio, o coração alheio.
Farás, assim, do mal que eles te querem,
Teu mais amável e sutil recreio..."


Das Utopias
"Se as coisas são inimagináveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que triste os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas."

"Acredite em você quando ninguém acreditar."



Dos mundos
"Deus crio este mundo. O homem, todavia,
Entrou a desconfiar, cogitabundo...
De certo não gostou lá muito do que via...
E foi logo inventando outro mundo.

Mario Quintana - que hoje faz aniversario de 20 anos de sua morte.