quarta-feira, 23 de agosto de 2017

=)

Por vezes já aceitei demais achando que era algo passageiro.
Outras vezes, me omiti por não querer confrontos ou brigas.
Deixei tantas vezes meus desejos e anseios de lado para viver em 'harmonia'.
Sei que fazemos isso em diversas situações na nossa vida para ter um bom convívio em sociedade, afinal ninguém quer viver só.
Acredito que nós, seres-humanos, somos dotados de um poder tão grande de nos moldarmos às adversidades, que foi isso que nos fez mudar o mundo e chegarmos à civilização. Somos realmente grandes e por essa grandeza acredito piamente que devido a nossa força de superar e enfrentar nos trouxe até aqui.
Podemos nos moldar, mas devemos nos expor, transcender.
Podemos aceitar, mas devemos executar nossas tarefas com sabedoria.
Se instinto é a forma de exalarmos nosso impulso interior, com base em nossa própria sobrevivência, vamos segui-lo à risca. 
Em pleno século XXI não precisamos matar para sobreviver, mas vivemos para ser felizes e seremos felizes prestando atenção aos sinais que a vida nos dá. 
Saber identificar nosso 'instinto' é saber entender as vontades de nosso coração. 
Nosso coração pode se atrapalhar por vezes, mas ele não se engana. 
Siga com fé, sabedoria, dignidade e humildade que tudo dará um jeito de ser como deve ser.

A vida é boa, muito boa! Vamos aproveitá-la da melhor forma.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Virando a vida.

Menos de 1 mês para completar 5 anos de namoro decido colocar um basta neste relacionamento! 
Muitos se questionam sobre isso, afinal minha vida era quase um livro aberto nas redes sociais. Mas o pior é que ME questionam também. Às vezes é chato falar... às vezes não me incomoda em dizer sobre isso. Mas o fato é que não tomei essa decisão de repente, nem da noite para o dia então pode parecer superficial qualquer coisa que eu diga. 
Não foi apenas um motivo único ou algo específico que aconteceu para acometer a este fim. 
Parece clichês mas realmente foram dezenas de acontecimentos. Muitos acontecimentos partiram dele outros tantos de mim. 
Eu só tive a coragem de colocar um ponto final em algo que não estava mais legal para ambas as partes. 
Como disse lá em cima, minha vida era um livro aberto nas redes sociais principalmente porque o ex gosta muito de postar fotos, escrever, desabafar e compartilhar 'in real time' sua vida. Quase um reality show

Entretanto, como grande parte das pessoas, compartilhamos aquilo que nos convém. Mostramos apenas aquilo que queremos mostrar e aquilo que queremos que as pessoas vejam.
Os bastidores ninguém quer divulgar. 
E é exatamente o que acontecia nos bastidores que me fez me posicionar de tal forma. 
Eu tomei essa decisão pois eu não sabia e não queria lidar com algumas coisas. Escolha minha mesmo. 
Não me arrependo. Acredito que tudo acontece no tempo certo mesmo. Eu já havia tentado terminar outras vezes, mas sem sucesso. Quis tentar mais talvez. Quis esgotar com as possibilidades e pode ser por isso que me sinto segura e confiante de tal decisão. 

Não me sinto fracassada por estar com 34 anos e solteira. Ou por mais um namoro ter chegado ao fim. Na verdade me sinto vitoriosa por levar um namoro por tanto tempo. 
A experiência foi engrandecedora. Cresci, aprendi, descobri sentimentos que nem imaginei que eu possuía. Principalmente amadureci, e cheguei à conclusão que temos sim o poder, o direito e o dever de sermos felizes e só depende de nós. 
Nem sempre nossas decisões agradarão a todos inicialmente. 
Felizmente a vida não é justa. Felizmente porque isso nos dá outra lição: faça o que tiver que fazer, com humildade e dignidade que tudo fluirá da melhor forma. 
Me vejo como uma mulher corajosa que não empurrou um relacionamento com a barriga simplesmente  porque me considero 'velha' ou sem opções e oportunidades. 
Vejo que muitas pessoas fazem isso com suas vidas, independentes de sua condição social ou intelectual. Fazem isso por medo e insegurança que no final se traduz como covardia. Passam uma vida toda infelizes por viverem em suas zonas de conforto e temerem as mudanças. 

Sempre ouvi que Deus abençoa as pessoas de coragem e comigo não será diferente. 

Foi uma mudança grande mas sinto-me recompensada, forte e grata. Tudo vale a pena principalmente para aqueles que superam seus medos. Hoje estou feliz comigo, com minhas decisões e crente que o tempo trará tudo a que a mim for merecido. Mas insisto em dizer que tenho tanta confiança assim porque fiz o que tinha que fazer baseada nos meus valores e com humildade e dignidade. 
=)
Tudo sempre acaba bem!